Pe. Chagas abre novenário de Sant’Ana

Por Iago Cavalcanti

Na noite desta sexta-feira (22) o Padre Francisco das Chagas, ex Pároco da Paróquia de Sant’Ana Soledade II, abriu o novenário da 24ª festa da padroeira. A primeira novena de Sant’Ana teve dedicação pastoral intencionada aos grupos de Apostolado da Oração, Fraternidade Santa Maria dos Anjos, Rádio Comunitária Sant’Ana FM e Pastoral da Comunicação. Além disso, a celebração foi dedicada à comunidade do Alvorada. Os noiteiros refletiram o subtema “Jesus revela a misericórdia de Deus”.

Homilia do Pe. Chagas. CRÉDITO: Amélia Dantas

Homilia do Pe. Chagas.
CRÉDITO: Amélia Dantas

Em sua homilia, o Padre Chagas ressaltou o dever do povo de Deus em ser cristãos misericordiosos com o próximo. “Precisamos contemplar o mistério da misericórdia. O cristão só terá prosperidade e paz quando experimentar a misericórdia de Deus e viver assim como Cristo vivia, sem julgar as pessoas pelos seus pecados”, disse o sacerdote.

Outro trecho que marcou a pregação do Padre Chagas, foi quando ele utilizou o exemplo dos apóstolos padroeiros do Setor III da Paróquia para catequizar a assembleia. “Jesus quando chamou Mateus para servir, foi condenado pelos fariseus, pois diziam que ele era pecador desonesto por cobrar impostos. O mesmo aconteceu com Pedro, que era fraco na fé e o criticavam publicamente, mas Cristo teve paciência na missão. Devemos ser assim como Ele em nossas pastorais e acolher nossos irmãos ao invés de condenar as pessoas”, afirma.

Senhora Maria Ferreira Carvalho na Novena de Sant'Ana. CRÉDITO: Iago Cavalcanti

Senhora Maria Ferreira Carvalho na Novena de Sant’Ana.
CRÉDITO: Iago Cavalcanti

A senhora Maria Ferreira Carvalho, do Alvorada, diz que nunca perde a Festa de Sant’Ana e todos os anos prestigia os festejos da Mãe e Mestra de Maria. “Todos os anos estamos aqui, eu e minha filha. Participar da Festa de Sant’Ana é uma felicidade muito grande, porque eu amo muito Sant’Ana, e toda vez que olho pra ela eu peço alguma coisa e sempre sou atendida”, revela a devota.

No fim da novena o Pe. André Martins Melo, agradeceu a presença do Pe. Chagas e lhe prestou uma homenagem. “Eu gosto muito de Chagas, pois foi a partir dele que formaram essa Paróquia que hoje é tão grandiosa e missionária. Você pra mim é um exemplo, assim como também é para nossa Festa de Sant’Ana”, pontua o Administrador Paroquial pedindo que os fiéis rezassem uma Ave-Maria pelo seu antigo Pároco.

Na programação social foi realizada a “Noite do Creme”, com venda de creme de galinha, strogonoff de carne e bobó de camarão na barraca da festa. Luiz Almir e a Banda Adrenalina animaram o Espaço Social de Sant’Ana com seresta e ritmos variados que caíram no gosto do público.